Domingo, 13 de Setembro de 2009

(De)Bate #6: A Política e a Silicone

 

 

 

O sexto tema sujeito a (de)bate neste Tasco, surge hoje.

 

(De)Batam como, quando e em quem quiserem, mas não percam o entusiasmo, por favor!

 

Deixo aqui uma nota. Poderei não conseguir responder aos comentários logo quando os enviam. Procurarei, no entanto, publicá-los assim que mos enviarem e agradeço que respondam uns aos outros, interagindo dinamicamente.

 

Em vésperas de campanha eleitoral, gostaria de saber como cada um de vós, nos tentariam convencer a votar no vosso nome.

 

É uma tentativa para saber o que deve mudar no discurso político.

 

Eu começo a estar um pouco “cheio” dos discursos vazios, das querelas pessoais expostas em público durante a campanha, das pseudo promessas!

 

Costumo fazer a analogia da política com a silicone:

 

A fantasia da imagem, perante o vazio da realidade!

 

Mas isto sou eu que, com a idade, me tornei incrédulo.

 

Digam de vossa justiça.

(De)Batam entre vós as vossas TRETAS!

 

O Tasco está aberto!

Contem de vossa justiça!

Venham daí as vossas TRETAS!

 

publicado por Tretoso_Mor às 23:28
link do post | comentar esta TRETA | favorito
12 comentários:
De red shoes a 14 de Setembro de 2009 às 00:03
A esta hora quase matinal não estou com os neurónios já no sítio. Prometo que assim que os acomode te comentarei a treta.

Até lá.


De Tretoso_Mor a 14 de Setembro de 2009 às 09:08
Red Shoes,

Arruma lá os teus neurónio à vontade.
Quero que estejam cómodos, para poderem produzir TRETAS válidas ao nosso sistema político.

À semelhança do que acontece com outros (de)bates, todos aguardam pelas TRETAS de cada um.

Tretices acomodadas para ti.


De Maria Araújo a 14 de Setembro de 2009 às 19:50
Olá. Não tenho jeito nem sou demagoga para falar de política. Mas, un dia destes, recebi um e-mail que editei no meu blog, sobre o tema "Births in Portugal".
Um dos dois comentários que recebi foi este, que dará certamente tema para (de)bate e direito a voto, neste cantinho da treta.
Bj


"A questão está longe de ser se percebemos ou não de política...

O centro da questão está numa questão de coerência e de justiça social..Concordo que cada vez mais a natalidade seja incentivada por todos os motivos e mais alguns... Em vez dessa medida perfeitamente mascarada dos duzentos euros... bastava diminuir o IVA nos produtos destinados a recém nascidos e lactentes, como por exemplo, fraldas, leites, produtos de higiene, toalhetes, mobiliario... só que isto tem um problema...É uma medida concreta e este governo tem alergia a medidas concretas."



De Tretoso_Mor a 14 de Setembro de 2009 às 22:22
Cantinho,

Estás transformada numa verdadeira política.

Podes contunuar que estás no bom caminho.

Concordo contigo, teria de haver vontade, para que as coisas pudessem acontecer.

Tretices politizadas para ti


De Carapaucarapau a 14 de Setembro de 2009 às 20:03
Eu podia limitar-me a dizer: ide lá ao meu tasco de campanha e aí sim tomarão conhecimento com o que são verdadeiras medidas políticas, sociais e até culinárias. Mas para não me ficar só pelo atrevido aproveitamento desta oportunidade para vender o meu peixe (cruzes, credo, canhoto), vou ensaiar dizer duas:
Então "começas a estar um pouco cheio destes discursos vazios..."?
Parece-me já tarde ;-)Eu há muito que deixei o botão na posição on.
Estamos condenados (mas somos nós que nos condenamos) a tersempre mais do mesmo e cada vez em piores versões. Mas creio que até gostamos. Sempre podemos dizer mal, afiar a lingua, fazer grandes tiradas, mas nada mais. Os ilustres políticos (TODOS)são uma amostra real da sociedade que os "escolhe".
Há (haveria) por aí alguém (alguns) honesto e competente que esteja disposto a "contribuir socialmente" durante um certo periodo para dar o exemplo como se deve dirigir e trabalhar? (Tudo isto dentro das mais elementares regras democráticas, entenda-se, para evitar maus juizos...)
NÃO!.
Há pessoas honestas e competentes sim (ainda) mas estão-se nas tintas e não se querem misturar com esta gentalha.
De maneira que teremos de ficar a viver nesta "apagada e vil tristeza".
Não queria levar isto tão a sério, mas acabou por sair assim.
1 abraço


De Tretoso_Mor a 14 de Setembro de 2009 às 22:34
2xCarapau,

Agora vou eu também tomar um "ar sério".

Sim, concordo contigo. "No princípio era o verbo"!

Fazer política!...
No entanto, criou-se uma uma "casta" de cidadãos que, tornando a prática da política numa profissão, acabaram por blindar todas as acções tomadas em nome da política a ponto de, nem a justiça conseguir interferir.

Isso ainda é o que mais me custa!

Um gandabraço.


De Maria Araújo a 14 de Setembro de 2009 às 23:53
Carapau, o nosso primeiro respondeu hoje na entrevista do Ricardo Araújo Pereira, em "Gato Fedorento esmiúça os sufrágios" , que a política não é uma profissão.
Precisamos de incentivar os jovens para a política. Não a de Sócrates, da Manuela, do Louçã, do Portas e do Jerónimo.
Sabes que os melhores políticos não se expoem?
Beijinho




De Carapaucarapau a 15 de Setembro de 2009 às 10:24
Não é profissão? Não devia ser, mas não é outra coisa. A começar pelo exemplo dado pelo autor que disse isso. Tanto assim é que faz tudo para não ficar desempregado.
Olha para a (quase) totalidade dos ilustres politicos (passados, presentes e certamente futuros) de todos os niveis e pergunta-te o que fariam e onde estariam se não estivessem na política?
A resposta diz tudo.
Bjo.


De Carapaucarapau a 15 de Setembro de 2009 às 10:29
Casta? Talvez seja melhor chamar-lhe corja.
Quanto à justiça ...vou ver se encontro um texto que tenho algures e que alguém escreveu há um século atrás, e se o encontar, afixo-o lá na parede da caverna. Parece que sempre foi assim...
1 abraço


De Maria Araújo a 15 de Setembro de 2009 às 12:10
Eles rapidamente ficam com os cabelos brancos, mas que o dinheirinho cai-lhes no bolso, oh, que maravilha.
Passo a dizer que a política é "Amais velha profissão do mundo".
A única vantagem desta profissão, a política, é que não precisam de "preservativos". ´Quando lá chegam já estão imunes a qualquer vírus.
Beijinho para o carapau e o tretas (que deviam ser uns bons politiqueiros, ai que palavra! Pelo menos convenciam).


De Me Hate a 15 de Setembro de 2009 às 19:36
Eu gosto mesmo, mas mesmo, mesmo é "DoBatman"... sei lá, aquele "cabidal", aquela cena negra sem humor, os carros, as mansões, o dinheiro herdado não sei de quê... Porra, lá tou eu a falar de politica! Fuck!


De Tretoso_Mor a 16 de Setembro de 2009 às 00:08
Hate Him,

eheheh... Só faltava agora vires falar do amigo, o Robin, e dizeres que é menor!....

Tretices sem politiquices para ti.


Comentar TRETA

.mais sobre o Tretoso_Mor

.pesquisar nesta TRETA

 

.Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.TRETAS recentes

. Um dia especial para a Tr...

. Tretas Breves

. Arruda tem magia

. Ausência

. Tretas Breves

. Promiscuidades

. O Mistério do dinheiro su...

. Eleições

. Tretas Breves

. Que confusão!

.arquivos da TRETA

. Junho 2010

. Março 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Julho 2007

. Junho 2007

.tags

. todas as tags

.links de TRETAS

.contador da TRETA

online

.Prémios

Premio Bluevelvet
blogs SAPO

.subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post