Domingo, 30 de Agosto de 2009

Uma confissão

 

 

 

Gostava de poder adoptar todos os livros que me apetecesse.

 

Definir o que para mim representa um livro, seria cair na trivialidade das definições comuns, por todos conhecidas. Não o farei.

 

Vou confessar apenas um dos meus pontos fracos em relação aos livros.

 

Muitas vezes evito entrar em livrarias, pois não resisto e lá tenho de adoptar mais um livro!.. Ou dois, ou três!

Sejam novos ou usados, com lombadas decorativas ou simples, edições normais ou de bolso, são livros.

 

São romances, policiais, poesia, ensaios, enfim… são livros!...

 

Têm a magia do cheiro ao folhear, que o ecrã do computador não me consegue proporcionar.

Deixam-me sentir a textura do papel ao passar os dedos pelas linhas que estão a ser lidas.

Dão-me o prazer de, ao passar mais uma folha, ficar na expectativa das “imagens” que surgirão na página seguinte.

 

Muitas vezes, o montante da despesa define o limite para a adopção daquele momento ou daquele dia!

 

Gosto muito de emprestar os meus livros. Quando isso acontece, sinto que contribui para ajudar alguém a ser mais feliz.

 

Contudo, não gosto de ler livros emprestados. Por um lado, tenho receio de não os deixar como mos entregaram. São um bem demasiado precioso para se estragarem.

Por outro lado, quando tenho de entregar um livro ao pai adoptivo, fico com um sentimento de abandono dentro de mim. Como pude eu, depois de ter criado uma relação com aquela obra, voltar a entregá-la, sem lhe mostrar o meu reconhecimento por aquilo que me proporcionou, adoptando-a eu também?

 

Sim, por várias vezes, ainda com um livro na mão pronto a ser restituído a quem mo emprestou, entro numa livraria para adoptar aquela obra. Parece-me que ao proceder desta forma estou a garantir não decepcionar aquele livro, desconsiderando-o por não o guardar também comigo.

 

Um dia, contarei mais um pouco desta minha “fraqueza” em relação aos livros.

 

publicado por Tretoso_Mor às 23:53
link do post | comentar esta TRETA | favorito
16 comentários:
De Carapaucarapau a 1 de Setembro de 2009 às 19:31
Eu pecador me confesso...
Nesta coisa de livros também tenho as "minhas coisas". Mas pelo menos não cometi nunca o pecado de ficar com o livro de alguém. Mas já alguns "alguéns" ficaram com livros meus, o que me chateia, exactamente porque eu tinha alguma coisa deles e eles se sentiam muito bem comigo. Um dia vou procurá-los e dou conta que foram raptados. Nessa altura já não tenho os sinais do raptor.
Fico ...... (tal e qual como estás a pensar).
De livro para livro, 1 abraço.


De Tretoso_Mor a 2 de Setembro de 2009 às 09:39
2xCarapau,

Pois eu adptei o sistema das bibliotecas. Tenho um bloco onde registo quem levou o quê, quando e quando entregou.

Sei sempre onde estão os meus filhos adoptivos.

Um gandabraço.


De Me Hate a 1 de Setembro de 2009 às 23:38
Carrissimo Tretas Man... Tu e muita boa gente aparentemente, têm essa "franqueza"! Yours Truly incluída!!!! ;)


De Tretoso_Mor a 2 de Setembro de 2009 às 09:40
Hate Him,

Os livros são a minha "perdição".

Tretices sem ódio para ti.


De Maria Araújo a 2 de Setembro de 2009 às 00:43
Olá.
A imagem está perfeita, colorida, como eu gosto.
Depois, tratas o livro com doçura, delicadeza, e com erotismo.
Montante de despesa? Hummmmmmm! Quando se gosta, não se olha a dinheiro.
Emprestá-los? Nãããããããã! Jamais! Provavelmente não os receberás, ou recebendo-os, como se aperesentarão?

Não gostas de livros emprestados com receio de...
" depois de ter criado uma relação com aquela obra, voltar a entregá-la, sem lhe mostrar o meu reconhecimento por aquilo que me proporcionou, adoptando-a eu também?"

Se todas as tuas fraquezas forem como esta, hummmmm. então digo-te que és um homem de não se deixar fugir.
(Com todo o respeito, ehehehehehehe)
Beijinho




De Tretoso_Mor a 2 de Setembro de 2009 às 09:42
Cantinho,

eheheh!... Bom, na verdade não são todas as minhas fraquezas!.... eheheh

Tretices sem fuga para ti.


De swt a 3 de Setembro de 2009 às 07:52
Oh! Meu Amigozzz! Esta confissão só abona em seu favor!!!


De Tretoso_Mor a 4 de Setembro de 2009 às 21:45
SWT,

Mas por vezes é constrangedor ser assim, principalmente nos "dias que correm"!...

Tretices grandes para ti


De red shoes a 5 de Setembro de 2009 às 19:25
Pois eu gosto demasiado deles para os emprestar. Não quer dizer que nunca, nunca os tenha emprestado mas podem contar-se pelos dedos os felizes a quem os empresto. É que houve alguns que se tornaram guardadores dos meus livros ad eterno e não gostei nada. Será um defeito meu, não digo q não mas a minha biblioteca não faz empréstimos domiciliários. Bom post e ao k vejo bom blog. Parabéns!


De Tretoso_Mor a 5 de Setembro de 2009 às 20:05
Red Shoes,

Em primeiro lugar, grato pela tua visita e simpatia por teres aqui deixado uma TRETA tua.

Sim, é terrível quando emprestamos um "adoptivo" e se recusam a devolvê-lo, ou se o entregam em estado mais do que usado... ESTRAGADO.

Bom, quem o faz, só o faz uma vez!
Quanto ao paradeiro dos meus livros "adoptados", tenho uma lista como nas bibliotecas. DAta do empréstimo, título, autor e quem o levou.
No fim, fica também registada a data de entrega.

Volta sempre e espero ver-te muito mais vezes por este tasco.

Tretices agradecidas para ti.




De red shoes a 5 de Setembro de 2009 às 23:14
Pois voltarei. Até já o adicionei aos meus vicinus et amigus proximos no iannua. Continuação de boas tretas.


De Tretoso_Mor a 5 de Setembro de 2009 às 23:17
Estou grato pelo gratificante reconhecimento.

Se não tinhas reparado, já tens também o nome inscrito no quadro dos clientes cá do Tasco.

Tretices gratas para ti.


De red shoes a 5 de Setembro de 2009 às 23:30
Pois e não é k não tinha mesmo! Não esperava tamanha cortesia com um blog tão caseiro como o meu.
Já agora, espreita o outro que é completamente diferente. Tem é menos tretas, mas há gostos para tudo.



De Tretoso_Mor a 6 de Setembro de 2009 às 00:03
Já la fui.

Parabéns!


De Vera Baeta Lima a 10 de Setembro de 2009 às 14:48
Tretoso, como eu entendo esta tua paixão!!! Eu sou assim, tal e qual. Não leio livros emprestados e ponto final. Pode acontecer até chegar ao fim e não gostar grandemente do livro, mas nunca me arrependo de o ter comprado, precisamente porque para mim os livros são um amor especial, objectos que nunca me canso de ter por perto, amizades que nunca se desfarão!
Beijos cheios de tretas literárias :-)


De Tretoso_Mor a 10 de Setembro de 2009 às 18:22
Vera,

Que nunca nos faltem os LIVROS!

Tretices com capa e contra-capa para ti.


Comentar TRETA

.mais sobre o Tretoso_Mor

.pesquisar nesta TRETA

 

.Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.TRETAS recentes

. Um dia especial para a Tr...

. Tretas Breves

. Arruda tem magia

. Ausência

. Tretas Breves

. Promiscuidades

. O Mistério do dinheiro su...

. Eleições

. Tretas Breves

. Que confusão!

.arquivos da TRETA

. Junho 2010

. Março 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Julho 2007

. Junho 2007

.tags

. todas as tags

.links de TRETAS

.contador da TRETA

online

.Prémios

Premio Bluevelvet
blogs SAPO

.subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post