Domingo, 17 de Maio de 2009

Os discursos de hoje em dia.

 

Ouvindo quem entra pela minha casa dentro com discursos, sejam eles de que cariz forem, fico sempre com uma sensação estranha.

 

Quando começam a andar à roda, até chegarem ao tema de fundo, prolongando o discurso até começarem a falar dos objectivos a que se propunham, fazem-me lembrar a marcha dos cágados para a Índia! São tão lentos, tão lentos, que muitas vezes acabam por morrer numa praia qualquer antes de chegarem ao destino.

 

Acontece também aparecerem uns quantos que falam tanto, mas tanto, sem nada dizerem, deixando a sensação de não terem tomado os comprimidos para atenuar aquele ataque de verborreia que me atinge em pleno sofá.

 

Também há, os que sem nada para dizer, resolver vir repisar assuntos mais que falados e pensados, deixando a sensação de continuar a chover sem deixar secar o terreno.

 

Claro que não me posso esquecer daqueles que começam ao compasso da marcha dos cágados, mas que, pela forma como serram o presunto, já se sabe que não irão chegar a lado nenhum.

 

Então e aqueles que, agindo tipo varinas, resolvem levar a porcaria toda num saco, e desatam a lavar a roupa em frente a toda a gente?...

 

Mas os piores de todos, são os que, ao ritmo da marcha dos cágados, vão lavando roupa suja, com a água a cair no molhado, em descargas de verborreia, e que todos sabemos de antemão estarem a serrar presunto!

 

 

tags:
publicado por Tretoso_Mor às 22:15
link do post | comentar esta TRETA | favorito
11 comentários:
De Wai a 17 de Maio de 2009 às 23:02
Desliga a TV. ehehhe


De Tretoso_Mor a 17 de Maio de 2009 às 23:38
WAI,

Eu bem tento, mas se não é a TV, é a Rádio, ou o jornal!...

Mas essa, pode ser uma boa hipótese!... eheheheh

Tretices grandes para ti.


De Maria Araújo a 18 de Maio de 2009 às 10:51
Bom dia!
Não sei a que te referes, deduzo que seja aos políticos, que já me enjoaram há muito tempo, mas podias ter visto o Braga perder em casa, ou os globos de ouro da SIC. Pelo menos não te dava esses ataques de verborreia, rsrsrsrsrsrs!
Beijinho


De Tretoso_Mor a 18 de Maio de 2009 às 22:18
Cantinho da Casa,

Mas eu vi o meu Benfica a limpar a Sé de Braga!...

Não me consigo é livrar de ouvir os discursos que me entram pela casa dentro.

Tretices grandes para ti.


De Maria Araújo a 19 de Maio de 2009 às 09:32
Sacaninha, não sabia que és benfiquista.
Mas também os bracarenses são benfiquistas.
E quanto ao discurso do carapau e a tua resposta, ai Jesus, andais muito intelecto/filosóficos...da batata.
Beijinho


De Carapaucarapau a 18 de Maio de 2009 às 15:17
“A verdade é que ainda hoje muita gente considera que nem sempre podemos confiar cegamente na integral certeza dos factos. Assim sendo, há que encarar com alguma prudência aquilo que nos parece ser, como já o dizia o grande pensador J.K.Krugger, que foi durante anos o grande paradigma destes temas. Também F. Picou, outro grande figura aponta no mesmo sentido ainda que por razões diferentes. O certo é que o parecer já por si é mais que o ser e hoje muita gente, opta por comprar já feito o puré. Porém aí está outro grande vulto que dedicou a melhor parte da sua vida a debruçar-se sobre a não-matéria, e bem podemos dizer que se debruçou tanto que acabou por cair (ou terá sido empurrado ?) que disse…etc. etc. etc.”

Este é um pequeno extracto duma conferência que fiz sobre o amido da batata e que espero que te tenha feito dormir uma boa soneca.
1 abraço (pois já dizia o grande…)


De Tretoso_Mor a 18 de Maio de 2009 às 22:28
2xCarapau,

Pois, face a todo o contexto e em virtude da realidade dos factos, a capacidade efectiva de desenlear a linha de pansamento, sabendo gerir a distância da proximidade, ajuda a ultrapassar os limites do pensamento que inibem de determinar a forma de esmagar a batata para que o puré saia macio, sem granularidade e pronto a ser consumido.

Sem mais delongos e com toda a objectividade, um gandabraço para ti.


De Carapaucarapau a 19 de Maio de 2009 às 00:50
Ora ainda bem que percebeste o problema que são os grânulos no puré...
1 abraço


De A VER NAVIOS a 18 de Maio de 2009 às 18:35
Às vezes ao ouvir alguns desses discursos, sou levado a lembrar-me das divagações dos Cantinflas em muitos dos seus filmes, em que falava, falava e não dizia nada.
Pelos vistos deixou escola.
Um abraço,
José Lopes


De Tretoso_Mor a 18 de Maio de 2009 às 22:29
JLopes,

Do que se foi lembrar!... O Cantiflas!.. eheheh

Sim, se me lembro!

Um gandabraço.


De Maria Araújo a 19 de Maio de 2009 às 17:47
Só agora vi a imagem....Pois agora entendi. Sou dahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!
Mas pelo texto, lógico que seria politico/sócio/filosófico e toda a treta que entra pela nossa casa adentro.
Mas ó Tretas este homem já passou á história! Ou terás tu saudades dele??!!
bjs


Comentar TRETA

.mais sobre o Tretoso_Mor

.pesquisar nesta TRETA

 

.Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.TRETAS recentes

. Um dia especial para a Tr...

. Tretas Breves

. Arruda tem magia

. Ausência

. Tretas Breves

. Promiscuidades

. O Mistério do dinheiro su...

. Eleições

. Tretas Breves

. Que confusão!

.arquivos da TRETA

. Junho 2010

. Março 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Julho 2007

. Junho 2007

.tags

. todas as tags

.links de TRETAS

.contador da TRETA

online

.Prémios

Premio Bluevelvet
blogs SAPO

.subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post