Segunda-feira, 23 de Março de 2009

Outra Homenagem singela

 

 

 

- Vá, queres vir com o avô ao mercado a Castelo de Vide?

- Hummm!... que horas são?...

- São 4:00h da manhã.

- Eu vou avô, mas dê-me só mais um bocadinho…

- Não posso, às quatro e meia tenho de sair. A que horas te deitaste ontem?...

- Nem sei… Está bem eu levanto-me já.

….

- Assim que lá chegarmos, eu vou logo ver das hortaliças tu podes ir ter com o homem das batatas, que já tenho a encomenda feita e vais carregando a carrinha.

- Está bem.

- Trouxeste a manteiga?

- Sim, trouxe…

- Então, assim que as batatas estiverem carregadas, podes ir comprar o pão.

- Sim…

- Estás chateado?... Estás a falar por monossílabos!...

- Não, estou bem, só com sono…

- Claro!... Noites alegres manhãs tristes!... Deixa estar que logo acordas com os cabazes às costas.. eheheh

- Avô, vamos comer?.. Já tenho o pão. Comprei três pães. Um para comermos agora e os outros dois para levarmos para casa.

- Sim, Põe-te a comer o pão a ferver com manteiga e depois obrigas-me a parar pelo caminho com dor de barriga!...

- Quero lá saber.. Tenho fome!... eheheh

….

- Estás a olhar para a rapariga?... É jeitosa?...

- Ah!...

- Escusas de ficar envergonhado por te ter visto a olhar para a miúda! eheheheh

- Pois… É muito gira!...

- Pois olha, não há nada que dê mais prazer a um ser humano do que… estar com uma grande dor de barriga e ter uma casa de banho onde ir!... eheheh

 

O meu Avô, já apresentado em Fevereiro numa “Homenagem singela” que fiz à minha avó, faria hoje, dia 23 de Março anos, se ainda estivesse entre nós.

 

Recordo com nostalgia as inúmeras vezes que, durante as minhas férias escolares, com ele fui às compras para a loja, aos mercados abastecedores.

Para além de muitas virtudes, era uma pessoa cheia de espírito, com quem, através de piadas e brincadeiras, muito aprendi.

 

Com ele, a “tristeza” das manhãs terminava ao fim de 15 minutos!...

 

Que saudades!...

 

tags: ,
publicado por Tretoso_Mor às 00:02
link do post | comentar esta TRETA | favorito
24 comentários:
De Bluevelvet a 23 de Março de 2009 às 02:18
Está explicado o teu jeito para Tretas.
Deves ter herdado do teu avô. Pena que já não o tenhas contigo.
Veludinhos azuis


De Tretoso_Mor a 23 de Março de 2009 às 13:55
Veludinho,

O meu avô era pródigo em nnos por bem dispostos e exímio na arte de fazer quadras de improviso.

Tretices grandes para ti


De Cindy a 23 de Março de 2009 às 08:58
É sempre bom recordar alguém que nos fez bem!
Sempre que as manhãs forem más é só lembrar do avô!!

Beijokas boas e boa semana!


De Tretoso_Mor a 23 de Março de 2009 às 13:55
Cindy,

E muitas vezes me lembro dele, sim!....

Tretices grandes para ti.


De Paula a 23 de Março de 2009 às 09:08
Bom dia Sr. Tretoso,
Adorei!!
Bela homenagem ao teu avô:)
Eu convivi muito pouco com o meu avô paterno, já partiu há quase 23 anos e na altura eu era novinha, mas era um homem inteligente e de fortes convicções. Só o conheci quando vim de Luanda, já tinha quase 6 anos, e não convivemos muito... Ficou um vazio, até porque também não conheci avós... Morreram as duas antes mesmo de eu nascer.
Ainda bem que podes assim homenagear e recordar o teu avô, que dá bem para ver que era especial.
Beijo grande,
Paula


De Tretoso_Mor a 23 de Março de 2009 às 13:56
Paula,

E tantas outras coisas que poderia aqui dizer!...

Tretices grandes para ti.



De Maria Araújo a 23 de Março de 2009 às 10:59
Olá. Adorei o que li!
E que belos tempos esses. Havia tempo para tudo.
Amigo da Treta, o que me lembro do meu avô paterno, e penso que já falei dele, é que era um homem teimoso, divertido, mas um coração de manteiga para com as pessoas.
Não podia ver ninguém passar fome que levava para casa dele, para comer à sua mesa o q ue todos comiam.
Lembro-me de comprar na época do melão, aqueles que nós chamamos de "pimentados", casca de carvalho, e obrigava os netos a sentarem-se junto a ele a regalarem-se com o que ele também comia.
Era muito amigo dos netos.
O grande problema dele foi a bebida.
O pai da minha mãe era um homem distante, frio, reservado, mas eu também gostava dele.
Fiquei sem ambos era eu ainda uma pré-adolescente.
Parabéns pelo post, e desculpa falar dos meus.
Foi a tal nostalgia...que se lembra com muito carinho.
Beijinho.


De Tretoso_Mor a 23 de Março de 2009 às 13:57
Cantinho da Casa,

Sabes que estás à vontade para falares do que te aprouver neste modesto Tasco.

Tretices grandes para ti.


De Wai a 23 de Março de 2009 às 11:47
Nada que possa escrever,fará justiça a esta homenagem.

ADOREI!

beijinho


De Tretoso_Mor a 23 de Março de 2009 às 13:57
WAI,

Obrigado.

Tretices grandes para ti


De paulo lontro a 23 de Março de 2009 às 12:20
Texto nostálgico…
Infelizmente convivi muito pouco com os meus avôs, meia dúzia de anos apenas.
Fiquei a pensar que, se tiver netos, infelizmente não os verei crescer muito tempo…


De Tretoso_Mor a 23 de Março de 2009 às 13:59
Paulo,

Importante é pensaar que os poderemos ter e devemos aproveitar ao máximo a sua presença e fazer com que eles aproveitem a nossa.

Um gandabraço.


De Teddy Lover a 23 de Março de 2009 às 12:53
Foste um priveligiado, comparado com outros e ainda bem. Ele assim mora no teu coração de uma maneira muito especial e tens recordações.
Bonita homenagem.
Peluchices enternecidas para ti


De Tretoso_Mor a 23 de Março de 2009 às 14:00
Teddy Lover,

Sim, fui um priveligiado!

Tretices grandes para ti.


De Tio a 23 de Março de 2009 às 13:22

Meu Querido Sobrinho...

A grandeza da alma, em ti... inquestionável!

O meu Pai, teu "Avô", de coração tão desmedido, tão essência no deslumbre da simplicidade.

A cátedra simbólica do arreganho. E tão espartano e tão real!
Outro verbo de rendas sãs. Um modo liso, silvestre, de olhos limpos, claros e leais.

Um fado longo, seco e disponível. Uma sina funda de sóis, e de instintos quentes, quentes, como a terra onde nasceu.

AMO-TE PAI!

Que saudades, sim. Que saudades!

Obrigado pela lembrança e pela homenagem.
Um forte abraço e beijos.



Vitor





De Tretoso_Mor a 23 de Março de 2009 às 14:01
Tio,

Sem palavras!

Um gandabraço.


De Seline a 23 de Março de 2009 às 14:43
Caro TM... obrigado pelas recordações que as tuas palavras sentidas despertaram em mim.
É dura a saudade... insuportável por vezes, mas assim é a vida.
Linda a homenagem que fazes.
Beijo terno


De Tretoso_Mor a 23 de Março de 2009 às 22:56
Seline,

Sabes, quando chega esta altura, a proximidade das férias da Páscoa, aquelas que me davam maior liberdade lá na terra, é quando me lembro mais desses tempos.

Tretices grandes para ti.


De Afrodite a 23 de Março de 2009 às 14:54
Também tenho saudades dos meus :(, já se foram os 4...que saudadinhas tão grandes! :(

Abreijinhos e linda homenagem a tua...chuuackkk!


De Tretoso_Mor a 23 de Março de 2009 às 22:57
Afrodite,

Também já não tenhoo nenhum e todos eles, diferentes, mas tão parecidos que eram!....

Tretices grandes para ti.


Comentar TRETA

.mais sobre o Tretoso_Mor

.pesquisar nesta TRETA

 

.Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.TRETAS recentes

. Um dia especial para a Tr...

. Tretas Breves

. Arruda tem magia

. Ausência

. Tretas Breves

. Promiscuidades

. O Mistério do dinheiro su...

. Eleições

. Tretas Breves

. Que confusão!

.arquivos da TRETA

. Junho 2010

. Março 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Julho 2007

. Junho 2007

.tags

. todas as tags

.links de TRETAS

.contador da TRETA

online

.Prémios

Premio Bluevelvet
blogs SAPO

.subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post