Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2009

(De)Bate #2: As coisas de que nos lembramos com nostalgia…

 

 

O segundo tema sujeito a (de)bate neste Tasco, foi sugerido pelo Paulo Lontro, do Blog LONTRICES.

 

(De)Batam como e em quem quiserem, recordando as coisas que vos trazem nostalgia!...

 

Como já aqui fui acusado de me limitar a fazer de moderador, vou desta vez começar a bater, contando algumas coisas que recordo com nostalgia.

 

Começo por enfiar umas murraças na fase que medeia os meus 15 e os 21 anos…

 

Sempre fui um rapaz sossegadinho, como tal, gostava dos nossos jogos do alho, com campeonatos entre ruas, que me levaram ao hospital, com problemas de coluna.

 

Recordo-me de andar a jogar às escondidas com 18 anos e de me ter escondido em cima de uma árvore, por cima de uma roulotte para venda de couratos e outros petiscos. Entretanto ia para saltar da árvore para me dirigir para o ponto de partida das escondidas, designado “coito” (não tem nada a ver com o que já devem estar a pensar) e escorreguei da árvore. Caí em cima da roulotte, furando o tejadilho e acabei sentado no chão, lá dentro. Só dali saí, quando conseguiram arrombar a fechadura.

 

Recordo o meu grupo que se juntava todos os anos na praia, numa conhecida baía da costa portuguesa. Durante o dia vivíamos a praia como poucos. À noite, continuávamos a divertir-nos pelas esplanadas, onde acabávamos a noite com os donos dos cafés a disputar a nossa presença, porque nós animávamos a zona, com música, anedotas, histórias, poesia…

 

Algumas vezes chegámos a ir ao viveiro de lagostas que ficava no meio dessa baía, à meia-noite, em cima de um colchão de praia, com um frio de rachar, para “subtrairmos” alguns animaizinhos que, frustrados por se encontrarem aprisionados, se entregavam nas nossas mãos suplicando que os levássemos dali!....

 

Recordo ainda as jogatanas de futebol que eu fazia, com as várias equipas a que pertencia, e que muitas vezes acabavam com um preliminar de bordoada e depois, uma sessão de copos e petiscos!

Eu depois conto mais...

Enfim… Recordo com Nostalgia!

 

Contem de vossa justiça!

Venham daí as vossas TRETAS!

 

 

publicado por Tretoso_Mor às 16:01
link do post | comentar esta TRETA | favorito
63 comentários:
De Tretoso_Mor a 25 de Fevereiro de 2009 às 16:26
Fui apanhado a roubar no quintal do Bispo;
Andámos a fugir de um velhote de caçadeira com cartuchos de sal, depois de uma sessão de chinchada às macieiras dele,
Roubei os aros dos farois de uma Dyane de um amigo e vizinho, e quando ele fez anos, ofereci-lhe uma cixa com oito pares de aros de farois, os quais deram para duas dyanes de dois amigos do meu irmão, mais novos que nós,
desarrumámos um carro no centro de uma cidade, de um gajo que não gostávamos, rodámo-lo 90º para estacionarmos o nosso e ficámos a gozar o pagode da janela de um café, vendo o tipo a ser multado por um polícia.

enfim....


De Ana Camarra a 25 de Fevereiro de 2009 às 16:35
Cheguei cá via Lontrices!
Recordo muitas coisas, algumas de caracter tão pessoal que nem vale a pena.
Mas recordo a dimensão do mundo e do tempo, o tempo corria mais devagar e o mundo era maior!
Ir a Lisboa ao Cinema era uma aventura, o Natal uma excitação, as férias momentos mágicos, brincar na rua, sem telemoveis, fazer telefones com 2 copos plásticos e um fio, campeonatos de berlinde, pião, jogos diversos, como que dizes, o eixo, "lá vai alho", jogar ao Espaço 1999 ou aos Pequenos vagabundos, subir ás arvores, tantas coisas...
"


De Tretoso_Mor a 25 de Fevereiro de 2009 às 16:49
Ana Camarra,

Obrigado pela visita. Espero que retornes aqui a estas festas.

Tantas coisas que nos vão ocorrendo quando pensamos nisso...

E aquelas malandrices, muitas que não podemos contar assim, que nós fazíamos?... eheheh


De Wai a 25 de Fevereiro de 2009 às 16:54
Nostalgia

de ver o meu avô da varanda aparecer na curva de saco de pão numa mão e jornais na outra;

de moer-lhe a paciência para fazer as palavras-cruzadas com ele do Jornal A Capital;

de ter a mania que era muito forte e apesar de ter vertigens ter trepado a uma árvore e apesar de ter chegado ao ramo mais alto, parti o orgulho, porque partiu-se o galho (também fui a primeira a descer) e caí em cima de umas silvas;

de ir para a escola a pé e demorar horas porque ia a arranjar palavras para as duas letras das matrículas dos carros (hoje quando me distraio faço o mesmo) 

dos concursos de aguardente aos quinze anos na praia da Tocha;

de achar que quando fosse grande é que ia ter uma grande vida;

de acreditar que a paixão também pode ser recíproca;

dos sapatos de vela cor de rosa com 11 anos;

de estar dentro de água em Moçambique e ser a única dentro de água e pensar que pequeno Grande prazer;

PS: é melhor parar….até me vieram as lágrimas aos olhos…




De Tretoso_Mor a 25 de Fevereiro de 2009 às 16:58
WAI,

É tão bom, pararmos um pouquinho e pensarmos nessas pequenas coisas, que no fim de tudo, são as maiores que nos aaconteceram!...



De Wai a 25 de Fevereiro de 2009 às 17:08
é Tretoso...e não é...não sei como te explique isto...

tenho tanto medo de parar ...é que eu já me acho tão agarrada ao passado...queria subverter essa minha tendência...queria ser "presentista" :(

Aiiii fiquei com um nó! E agora? Hein? Quem desata?


De Tretoso_Mor a 25 de Fevereiro de 2009 às 17:15
WAI,

Eu desato.

Ora pensa lá em outras cosias, divertidas, algumas que até poderias repetir presentemente!... eheheheh

Tretice desatadas para ti.


De Wai a 25 de Fevereiro de 2009 às 17:17
Nunca seria igual, falta-me a inocência...mas obrigada por tentares desfazer o nó...

Tenho de pensar que hoje também me divirto com outros "mundos" :)


De Tretoso_Mor a 25 de Fevereiro de 2009 às 17:21
WAI,

Pois...

Arrebita, vá!...

Tretices arrebitadas para ti.


De Wai a 25 de Fevereiro de 2009 às 17:27
Mau mau não foram 3 de seguida...foram mais, ora conta! AH a diminuir a minha capacidade de dar... :P


De Tretoso_Mor a 25 de Fevereiro de 2009 às 17:33
WAI,

Pronto, desculpa, não duvido da tua capacidade!... eheheh

Tretices grandes para ti


De Wai a 25 de Fevereiro de 2009 às 22:45
Lembrei-me agora mesmo que também gostava de cantar para o meu cão,que se chamava Speedy :P

Tadito...e ficava sentado muito atento a olhar para mim (devia ser surdo) ehehhehe


De Tretoso_Mor a 25 de Fevereiro de 2009 às 22:51
WAI,

eheheheheh... cão sofre!!!!!!



De Wai a 25 de Fevereiro de 2009 às 23:10
comigo tudo sofre ahahhahhahah


De Wai a 25 de Fevereiro de 2009 às 22:49
Tretosooooooo

tens um sapo do lado esquerdo do teu blog a fazer olhinhos LOLLLLLLLLLLLLLL~

Opá nunca tinha reparado que os olhinhos mexiam

ahahhahhahahhahhahhahhah


De Tretoso_Mor a 25 de Fevereiro de 2009 às 22:59
WAI,

ahahahahah!...

Tu andas distraída!...

Vens aqui há tanto tempo e nunca tinhas visto que o Sapo te anda a "galar"?.... eheheheh


De Wai a 25 de Fevereiro de 2009 às 23:12
Ai anda? Porra já podias ter dito! E eu que gosto tanto de galo lololol

Népias,eu gosto é de galinha,na canja e tu?


De Tretoso_Mor a 25 de Fevereiro de 2009 às 23:23
WAI,

Galinha, franga, assada, frita, eheheheh

Galo, só se for de cabidela!

Eu sei que tua andas por aqui, porque o Sapo me avisa, segue-te sempre com o olhar!...eheheheh


De Wai a 25 de Fevereiro de 2009 às 23:33
Ai as mentiras piadosas...lololol

De facto hoje estou aqui, dado que me apetece e porque também gosto de tretar contigo.

Agora deu-me a nostalgia de ser Verão e estar ali na adega dos meus vizinhos a "jogar" conversa fora e a rir :)

Precisamos de calor e sol não te parece?


De Tretoso_Mor a 25 de Fevereiro de 2009 às 23:42
WAI,

Venha ele! (O calor).

A propósito de adegas, o meu grupo de Portalegre era conhecido pelo seca-adegas!...

Bom, esta designação, não tinha a ver com algum tipo de estado cambaleante. Tinha mesmo a ver com o facto de, garrafeira onde nós chegássemos, levava um rombo valente!... eheheheh

E olha que nunca vi nenhum do grupo a cair de bebado!...


De Tretoso_Mor a 25 de Fevereiro de 2009 às 23:44
WAI,

Oh minha querida, e podes por aqui ficar, pois eu também gosto de tretar contigo.


De Wai a 25 de Fevereiro de 2009 às 23:49
Sabes estes vizinhos são das melhores coisas que me aconteceram na vida...vivo colada à cidade de Coimbra,numa aldeia, e eles têm outro ritmo de vida, outra forma de estar...e as noites ali na adega deles são como um bálsamo que me faz parar e ver que existem outras realidades em que embora não haja perfeição, há um quê de harmonia,de família :)

O quê bem posso esquecer qualquer tipo de alimentação equlibrada...pois ele é comes e bebes até fartar :P


De Tretoso_Mor a 25 de Fevereiro de 2009 às 23:58
WAI,

mas na província, frequentemente encontramos esse tipo de relacionmento. É mais dificil consegui-lo nas grandes cidades, pois as pessoas vivem demasiado fechadas com elas próprias, co os empregos, sem tempo para apreciar o que a vida tem de bom.

Mas mesmo com esse "ritmo", podes equilibrar a alimentação, à noite vais para o petisco, tentando escolhe-lo, e durante o dia, ficas pelas saladnhas e outras coisas leves!...


De Wai a 25 de Fevereiro de 2009 às 23:57
Obrigada pela companhia :)

Aqui a rezingona vai ver se consegue dormir :)

beijocas sem tretas e nostálgicas


De Tretoso_Mor a 25 de Fevereiro de 2009 às 23:59
WAI,

vai sim, que amanhã continuamos a (de)bater, se ainda houver mtivo para isso!

Tretices descansadas para ti


De NoName a 25 de Fevereiro de 2009 às 17:08
Já estava desconfiada que não eras um menino do coro.......
Não é nostalgia o que se sente mas saudades de tempos em que não tinhamos preocupações e se era feliz!
Mais velhos vieram as responsabilidades e acabou-se a paródia.
É a vida.


De Tretoso_Mor a 25 de Fevereiro de 2009 às 17:17
NoName,

No meu caso é nostalgia mesmo!...

POderia ter referido outros factos aqui, mas preferi ir apenas por estes, pois deles resultaram amizades com quase trinta anos!...

Pela via das recordações mais divertidas, evitei três nós sucessivos, como aconteceu à WAI!.... looool

Tretices grandes para ti


De Chocolate com Pimenta a 25 de Fevereiro de 2009 às 17:56
Por onde começar (para além do que já leste no meu blog)? Já fugi de tarados de toda a espécie. Até havia um em Oeiras a quem chamava-mos de "mamas" porque ele passava por qualquer mulher e dizia "mamas, mamas. mamas, mamas".Já fui apanhada com um bilhete de concerto falso (long story), já dancei ao lado de um motard de cabelo grisalho comprido, apanhado, e de barba, com um curto vestido preto de lantejoulas e saltos altos. Eu sei lá...


De Tretoso_Mor a 25 de Fevereiro de 2009 às 18:05
Chocolate com Pimenta,

eheheh....

As loucuras em que nos metíamos, ao abrigo da idade d inocência ou, muitas vezes, por malandrice mesmo!... loool

A propósito de motard, uma vez em Chicago, teimei que queria ir a um bar de Motards, onde tinha passado à porta. Um colega meu, de lá, aconselhou-m a não ir a esse bar, mas nunca me disse o real motivo. No dia em que resolvi ir, ele teimou em mem aaacompanhar.

Bom!... Aquilo eram todos gays, mas cá de um calibre!...
O porteiro bem olhou para mim e disse-me que aquilo não devia ser o meu ambiente!... Efectivamente, não era!

mas tenho a dizer que ninguém nos molestou.

Tretices grandes para ti.


De Chocolate com Pimenta a 25 de Fevereiro de 2009 às 17:59
Já pra não dizer q lembro com nostalgia o dartacão, macgyver, discos de vinil com histórias da disney, etc


De Tretoso_Mor a 25 de Fevereiro de 2009 às 18:07
Chocolate com Pimenta,

xi!..... Nem fales nisso. há dias estive a arrumar discos de vinil, e a minha filha mais nova, cm 13 anos, não sabia como aquilo tocava!... eheheh

Pois é!.... o tempo da agulha, já lá vai!...


De Chocolate com Pimenta a 25 de Fevereiro de 2009 às 18:10
Pois deixa-me q te diga q fui ao bairro gay de NY por causa de um amigo q era, mas não 100% assumido,e queria companhia para o incentivar. Lá fomos nós e mais uma rapariga de cabelo rapado e uma prima dele. Aquilo era só gays... homens. A promiscuidade nas ruas é mais q mta. Entramos num bar onde nos olharam de lado e não trataram nada bem. Eu comecei a falar com o barman e com o q tava ao meu lado. Só te digo q no fim já me ofereciam bebidas (embora eu não beba) e estavam em alegre cavaqueira comigo. O nosso amigo não teve sorte. No fim, gozaram comigo a dizer que os tinha tornado hetero lol


De Tretoso_Mor a 25 de Fevereiro de 2009 às 18:12
Chocolate com Pimenta,

eheheheh....

Pois eu só me senti mal à porta de um bar de negros. mas nessa situação, o segurança nem me deixou entrar por razões de segurança!...

cabei por me questionar onde residia afinal o racismo!...


De Paulo Lontro a 25 de Fevereiro de 2009 às 18:15
Eu tenho nostalgia de começar o ano em Outubro…
A minha vida era pautada pela escola, pelas férias, pelos períodos lectivos.
O Outono nunca foi para mim o fim das férias mas sim o começo do ano. Como sempre fui muito positivo aquela altura era sempre um momento de esperança que começava para só terminar em Junho.
Tenho nostalgia das noites passadas no Douro no meio do vinho, e falo das noites porque era de noite e que se fazia a aguardente no alambique de cobre. Nessas noites os vapores do álcool deixavam-me assim …… poix, o que vale é que se assavam as chouriças que se comiam com broa (pão de milho). Durante o dia era a vindima e mais tarde ou contemporaneamente o pisar as uvas com as pernas e ver o inicio da fermentação.
Não, eu nunca fui muito rebelde e de cagadas não tenho grandes memórias.


De Tretoso_Mor a 25 de Fevereiro de 2009 às 18:49
Paulo,

Sim, eu passei também por momentos fabulosos...

O meu avô tinha uma loja numa cidade do Alentejo, e recordo levantar-me às 4h da manhã, para ir com ele fazer compras para abastecer a loja...ao mercado abastecedor, a outras localidades e aos montes, de onde trazíamos desde melancias, até hortaliças...

Bons tempos..



De I. a 25 de Fevereiro de 2009 às 18:55
Eu cá tenho imensas saudades de andar a saltar ao elástico.
E das férias na praia, com o meu grupo de amigos, quando ainda éramos teenagers inconscientes, sem mais preocupações que a escola e os namoros.
E do Vasco Granja ;)


De Tretoso_Mor a 25 de Fevereiro de 2009 às 22:00
I.,

E eu lembro-me de nos metermos a saltar o elástico, quando ele subia demais!... é claro que a ingerência nunca terminava bem!

tretices grandes para ti.


De Maria Araújo a 25 de Fevereiro de 2009 às 20:52
Olá. Bom (de)bate, bom tema.
NOSTALGIA!
Volto já para falar das minhas nostalgias.
Hummmm!



De Tretoso_Mor a 25 de Fevereiro de 2009 às 22:01
Cantinho da Casa,

eu já estou aqui neste cantinho, pronto a "ouvir-te"... loool

Tretices em espera para ti.


Comentar TRETA

.mais sobre o Tretoso_Mor

.pesquisar nesta TRETA

 

.Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.TRETAS recentes

. Um dia especial para a Tr...

. Tretas Breves

. Arruda tem magia

. Ausência

. Tretas Breves

. Promiscuidades

. O Mistério do dinheiro su...

. Eleições

. Tretas Breves

. Que confusão!

.arquivos da TRETA

. Junho 2010

. Março 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Julho 2007

. Junho 2007

.tags

. todas as tags

.links de TRETAS

.contador da TRETA

online

.Prémios

Premio Bluevelvet
blogs SAPO

.subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post